Blog do Praetzel

Arquivo : Luan

Luan: “Palmeiras é o maior time do Brasil. Ninguém quer derrubar o Cuca”
Comentários Comente

Alexandre Praetzel

A semana começa com o Palmeiras acreditando numa arrancada para ainda sonhar com algo maior, no Campeonato Brasileiro. Os jogadores acreditam na qualidade do elenco e na recuperação técnica da equipe, para encostar definitivamente, nos primeiros colocados. O zagueiro Luan acha que os melhores estão na Academia de Futebol e que todo mundo quer atuar pelo Verdão. O blog entrevistou o jogador sobre a retomada do bom futebol, o ambiente no clube e a busca por resultados imediatos, esperados pela torcida. Confira a seguir.

Palmeiras tem time para ficar em segundo lugar no Brasileiro, pelo menos?

Claro. Na minha opinião, os melhores jogadores estão aqui. As vezes, as coisas não acontecem, não encaixam, mas não é porque aqui ninguém sabe jogar, é porque as coisas não acontecem mesmo. Mas tenho certeza que a partir de um clássico, que te dá confiança, que você ganha, jogando bem, as coisas podem começar a acontecer para nós. Aproveitar que a gente tem esse tempo para trabalhar, entrosar, não sofrer esses gols bobos que a gente vem sofrendo e conseguir mais vitórias no campeonato.

No clássico contra o São Paulo, você jogou por toda a defesa?

Não. Não vejo assim. Todo o time tem os seus méritos. Aqui no Palmeiras é assim, o mérito é de todos, inclusive da direção e do treinador. Aqui não tem ninguém, como algumas pessoas dizem, de corpo mole, querendo derrubar o Cuca, o Mattos ou o presidente. A gente é muito amigo aqui, só que as vezes, as coisas não acontecem e as pessoas procuram problemas. Eu creio que resultado alimenta ambiente e só ganhando que a gente afasta essas coisas daqui.

Vitória em clássico é bom também para retomar convicções que ficaram abaladas com as eliminações recentes?

É óbvio. Os jogadores que chegaram ou os que estão aqui, querem mostrar seu trabalho. Eu sou um deles e os que estão aqui também querem permanecer jogando bem, porque o Palmeiras é a maior equipe do Brasil e todo mundo quer estar aqui, jogadores que atuam em outros times, querem estar aqui. A gente sabe que precisa melhorar muito ainda para buscar nossos objetivos na competição.

Há um arrependimento por vocês terem largado um pouco o Brasileiro?

Ninguém largou. É um campeonato muito difícil. É verdade que com mais cinco ou seis pontos, estaríamos buscando o Corinthians e se estivéssemos com cinco ou seis pontos a menos, estaríamos perto da zona de rebaixamento. O campeonato é muito difícil. Nós perdemos um jogo para a Chapecoense, que estava na zona e ganhamos do Sport, fora de casa, que estava mais acima. A gente não pode oscilar. Tem que manter uma regularidade boa e fazer grandes jogos para a que a gente possa ganhar.

O Palmeiras está na quarta colocação com 36 pontos, 14 atrás do Corinthians, sete do Grêmio e dois do Santos. O time enfrenta o Atlético-MG, sábado, em Belo Horizonte.


Luan e Lucas Lima. Jogadores à vontade, clubes desesperados
Comentários Comente

Alexandre Praetzel

Tenho acompanhado as novelas sobre as renovações de contrato de Luan e Lucas Lima. O Grêmio corre contra o tempo para tentar negociá-lo e não vê-lo sair de graça.. O presidente Romildo Bolzan Jr. está preocupado com a situação, para Luan não virar um novo Ronaldinho Gaúcho.

Em fevereiro de 2001, acompanhei todo o processo envolvendo a conturbada negociação para Ronaldinho Gaúcho permanecer no Grêmio. Na época, RG recusou as ofertas tricolores e assinou um pré-contrato com o Paris Saint Germain, em segredo. O ex-presidente José Alberto Guerreiro apostava na Justiça Desportiva, mas o Grêmio perdeu o processo, e Ronaldinho saiu livre, sem nenhuma compensação financeira. Um prejuízo histórico e irreparável para o Grêmio.

Luan é a maior revelação gremista, desde Ronaldinho Gaúcho. Tem compromisso até 17 de setembro de 2018. Recusou o Spartak Moscou e ainda não entrou em acordo com o Grêmio. Seu empresário, Jair Peixoto, não tem boa relação com os dirigentes. A discussão se arrasta. Em março de 2018, Luan poderá assinar um pré-contrato e sair livre do Grêmio, em setembro. Este é o grande temor de Bolzan Jr. O Grêmio detém 60% dos direitos econômicos de Luan.

Lucas Lima terminará sua passagem pelo Santos, no final do ano, caso decida não ficar na Baixada. O Santos já entregou uma gorda proposta de renovação, mas ainda não obteve resposta. Lucas Lima está com a faca e o queijo na mão. Vai esperar até o último minuto por quantias do exterior, para definir seu futuro. Se não surgir nada, Lucas vai se decidir sobre o Santos. O clube tem 10% dos direitos econômicos do meia.

Presidentes reclamam da Lei Pelé, mas não conseguem se proteger, pela falência financeira das instituições. Sou a favor de uma indenização de 10 a 15% ao clube, caso o atleta não aceite renovar contrato. Por exemplo, sete meses antes do final, o atleta avisa o clube se irá renovar ou não. Ele indeniza o clube em 10 ou 15% do valor total gasto com ele, em luvas e salários. Pode ser uma merreca, mas pelo menos, haverá alguma compensação. Do jeito que está, o jogador leva muita vantagem. A tal escravidão virou balela, há muito tempo. Hoje, se o clube quiser rescindir com o atleta, antes do prazo final do contrato, tem que pagar o valor integral. A disparidade ficou muito grande e gerou muito comodismo por parte da categoria. O cara assina por cinco anos e pode se encostar, tranquilamente.

Mexam-se dirigentes, ao invés de reclamarem dos jogadores. A Lei está com eles. O prejuízo, com vocês.


Diretor do Grêmio admite venda de jogador para pagar as contas
Comentários Comente

Alexandre Praetzel

O Grêmio precisa vender um jogador para fechar as contas do clube, nesta temporada. Luan, Pedro Rocha e Ramiro aparecem como possíveis negociáveis, na janela européia do meio ano, com final em 31 de agosto. O blog entrevistou o diretor de futebol, Odorico Roman, sobre as finanças do tricolor, as chances de um grande título e o bom desempenho do time, enaltecido por todos em 2017. Confira a seguir.

Grêmio joga o melhor futebol do Brasil?

Grêmio está jogando um futebol envolvente, um futebol que não reconhece mando de campo. Isso é muito bom, mas o Corinthians também está jogando de forma muito competitiva, conseguindo bons resultados. A diferença de oito pontos é um pouco complicada, mas o time do Grêmio tem jogado um futebol bonito, sim.

O que mudou da perda do Gaúcho para agora, onde o Grêmio briga em três competições?

No Campeonato Gaúcho, houve um acidente de percurso porque o Novo Hamburgo encontrou uma forma de neutralizar o Grêmio em dois jogos, depois ganhou nos pênaltis. Mas o trabalho estava bem feito e os resultados estão vindo agora.

Luan será negociado ou continuará no Grêmio, nesta janela do meio do ano?

Difícil fazer uma previsão porque existem muitas sondagens. A gente sabe que quando vier uma proposta forte, não terá como segurar porque envolve os interesses do jogador, das partes que têm percentuais nos direitos econômicos dele. Então, é algo agora difícil de prever.

Grêmio precisa vender um jogador para fechar as contas?

As contas do Grêmio esse ano têm uma previsão orçamentária de R$ 60 milhões em vendas de jogadores. Se nós não conseguirmos fazer essa receita com a venda de jogadores, nós teremos que buscar alternativas, mas a previsão é com R$ 60 milhões em venda de atletas.

Algum jogador sairá este ano?

Chegando uma proposta que atenda os interesses do clube e do jogador, provavelmente, sim.

Corinthians está muito à frente dos outros, na qualidade técnica?

Eu entendo que o Corinthians está sendo muito efetivo. Está conseguindo, venceu seis jogos por 1 a 0, fazer um futebol defensivo e aproveitando a oportunidade que aparece. Agora, é possível buscar sim. Tem todo o segundo turno pela frente. Não são muitos jogos. Realmente, se a diferença se alastra, é difícil buscar. Mas é possível, Corinthians terá jogos complicados fora de casa. O campeonato não está definido.

Grêmio está pronto para ser campeão?

O time já ganhou um grande título ano passado. Esse ano, norteamos a busca por um time, um grupo que tivesse alternativas para algumas carências do ano passado. Conseguimos fazer isso. Agora, é jogar os campeonatos. Praticamente, estamos na semifinal da Copa do Brasil. O Grêmio está pronto para ser campeão. Se vai ser, vamos ver os próximos meses.

Na Copa do Brasil, o Grêmio enfrenta o Atlético-PR, nesta quinta-feira, em Curitiba. No primeiro jogo, fez 4 a 0 e pode perder por três gols, que estará classificado para as semifinais.

Na Libertadores da América, venceu o Godoy Cruz da Argentina por 1 a 0 e faz o confronto de volta, em Porto Alegre, dia 09 de agosto.

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>