Blog do Praetzel

Arquivo : Barcelona-EQU

Palmeiras decide tudo hoje para não passar o ano em branco. Quem diria?
Comentários Comente

Alexandre Praetzel

O Palmeiras deve ter uma formação inédita para o jogo do ano contra o Barcelona de Guayaquil, nesta quarta-feira, no Allianz Parque, decidindo uma vaga nas quartas-de-final da Libertadores da América. Cuca pretende escalar Tchê Tchê como lateral-direito e Guerra ao meio-campo. Se o treinador entender que Guerra não tem condições para 90 minutos, o venezuelano ficará na reserva e Keno começará a partida, com Dudu sendo recuado para a armação. Moisés será relacionado e a tendência é que seja aproveitado, durante o confronto.

O time do Palmeiras, com a obrigação de vencer por dois gols de diferença, terá Jaílson; Tchê Tchê, Mina, Luan e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique e Guerra(Keno); Róger Guedes, Deyverson e Dudu.

Uma equipe com força física dos volantes e a velocidade de Róger Guedes e Keno. Deyverson vai trombar com os zagueiros adversários e pode superar a provável retranca equatoriana.

Cuca sabe o que tem em mãos. Agora, se no início do ano fizéssemos essa projeção de time para um confronto decisivo pela Libertadores, certamente estaríamos criticando. Foi o que restou de todas as mudanças e chegadas de reforços. Fernando Prass, Felipe Melo, Edu Dracena, Jean e Borja começaram a temporada como titulares absolutos. Três perderam as posições, um foi afastado e outro não pode jogar. O dinamismo do futebol e as preferências de cada treinador podem alterar, ou não, os rumos dos planejamentos diretivos.

Vamos aguardar. Um mata-mata de oitavas-de-final virou a sobrevivência para o Palmeiras, na temporada. Que consiga ultrapassar este 09 de agosto, ou possivelmente, algumas mudanças acontecerão.

 


Dracena prevê dificuldades em Guayaquil e defende vinda de reforços
Comentários Comente

Alexandre Praetzel

O Palmeiras espera um jogo difícil contra o Barcelona-EQU, nesta quarta-feira, em Guayaquil, abrindo as quartas de final da Libertadores da América. O zagueiro Edu Dracena acredita num bom resultado, apesar do ambiente diferente e da pressão da torcida adversária. Em entrevista exclusiva ao blog, Dracena quer trazer a vantagem para São Paulo, confiando na força do elenco palmeirense, além de apoiar a chegada de possíveis reforços, neste meio do ano. Acompanhem.

Palmeiras está pronto para o mata-mata da Libertadores?

É o que a gente está pensando e o que a gente almejou até então. É um jogo de mata-mata, nos dá a possibilidade de passar à próxima fase. Não vai ser fácil. O Barcelona vem num crescente importante e agora é continuar trabalhando para que a gente possa fazer um bom resultado lá, para trazer no jogo de volta.

Empate será interessante para decidir aqui? Futebol está muito igual?

Eu acho que o importante, lógico, é fazer o resultado. Se você conseguir fazer o resultado, vencer, é importante. Agora, dependendo da circunstância do jogo, aí a gente vai analisar, se de repente o empate ou até mesmo fazer gol fora de casa, que também é importante para a próxima fase. A gente quer ir para lá preparado para tudo, para encarar um adversário, uma torcida fanática, um gramado diferente, para que a gente possa concretizar o nosso objetivo que é passar fase a fase.

Dá para ganhar as três competições ou é importante priorizar alguma?

Eu, particularmente, não gosto de priorizar porque se você priorizar, acaba focando em uma e também você não tem a certeza de que você vai conquistar aquela. Então, quanto mais você puder levar as três competições ao mesmo tempo, o Palmeiras tem elenco, jogadores que dá para fazer isso, de jogar as três competições. Temos que jogar todas e tentar ganhar as três.

A chegada de mais reforços é válida, no meio do ano, durante as competições?

Eu acho que sempre é válido. Quanto mais jogadores de qualidade possa ter, melhor. Lógico que pode acontecer também a gente perder jogadores, de repente em negociação ou até mesmo lesão, porque isso pode acontecer no meio do futebol. Eu acho que o Palmeiras está se preparando bem. Têm pessoas capacitadas para que o Palmeiras não passe dificuldades em termos de reposições de peças. A gente acredita muito no nosso planejamento e tomara que esse planejamento possa trazer frutos com os títulos.

Além da Libertadores, o Palmeiras disputa a Copa do Brasil e o Brasileiro. Faz o segundo jogo das quartas da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, dia 26, em Belo Horizonte. No Allianz, houve empate por 3 a 3.

No Brasileiro, o time é quarto colocado com 19 pontos, dez atrás do líder Corinthians, após 11 rodadas.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>